icones sociais

(en)canto.

Te assopro umas palavras mansas, saudosas, guardadas aqui dentro do peito por meses à fio. É que nem sempre eu te canto tudo que quero, normalmente guardo algumas de tuas melodias só para mim, mas vieste como um sonho bom e as palavras transformaram-se em borboletas que, uma a uma, escaparam por minha boca voando, multicoloridas, em direção ao céu azul que hoje te faz morada.


♪ Atrás da porta há paz, estou certo.
E eu sei que não haverão mais lágrimas no Paraíso
[Tears in heaven - Eric Clapton]



Comentários

  1. Parabéns pelo blog!
    *-*

    tem selinho para o seu blog lá na minha página.
    ^^
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Uauuu. Nossa... Minhas borboletas estão presas no estômago.

    Um beijo, minha querida Maria.

    ResponderExcluir
  3. Fê vim aqui me desculpar por não poder participar da brincaderia.. desculpa pelo furo.
    Seu texto fez eu reletir mto. Valeu
    Bjo, qnd puder, da uma passadinha la!

    ResponderExcluir
  4. oie, me diz, eu sou depois da mari, né? beijo!

    ResponderExcluir
  5. Nunca me cantaram borboletas. Mas parece bom, muito bom.

    Obrigado pelo que você disse.
    Espero que eu consiga continuar com o blog por anos também, para um dia voltar às postagens e me ler do jeito que eu era (sou).

    Você escreve muito! E você escreve tão leve... XD E eu terminei de acompanhar a "brincadeira". Achei uma idéia incrível, com um resultado mais incrível ainda.

    ResponderExcluir
  6. Se todos vomitassem mais borboletas e menos moscas o mundo seria muito mais belo.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. É uma das coisas que mais trás felicidade: conseguir se expressar com a sensação de ter levado todo o sentimento necessário. É como ouvir a música que mais se queria no rádio, ou perder aquele quilinho adquirido. Fico contente, mesmo, que tenha gostado do café. Um expresso duplo por hoje, e volte sempre. ;)

    ResponderExcluir
  8. O ultimo sentimento
    Perdeu-se no outro lado do espelho
    Onde dormem as estrelas?
    Talvez sobre a cabeça de um pobre velho

    E a Lua de sorriso trocista
    Soltou raios de deslumbrante luar
    Um amante tece um manto de ternura
    Inunda o espaço uma melodia de embalar


    Boa semana



    Doce beijo

    ResponderExcluir
  9. Lindo Fê!
    que essas borboletas te escapem sempre!

    ResponderExcluir
  10. Lindo Demais! Me fez sentir uma saudade enorme, mesmo sem saber de que ou de de quem.

    Luana.

    ResponderExcluir
  11. Deixa fluir........fluirrrrrrrrrr


    beijos

    Denise

    ResponderExcluir
  12. ...o amor palpita em (quase) tudo!

    Obrigada pela visita!
    Parabéns pelo blog, adorei!!

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Suas palavras são doces, fraz abrir minha mente para um mundo melhor.

    ResponderExcluir
  14. você tem o dom das palavras, e elas realmente silenciam.

    ResponderExcluir
  15. Vc foi linda, aqui.
    Mesmo mesmo *___*

    ResponderExcluir
  16. Muito lindo
    gostei de mais
    as doces palavras magicas do coração....

    beijos

    ResponderExcluir
  17. Tears in heaven.. me dá uma lembrança de saudade linda. =)

    ResponderExcluir
  18. Belos (es)critos.
    Ok, essa não teve graça
    :P

    ResponderExcluir
  19. Ah, borboletas de saudade. Voem e levem a ele a minha saudade, já que não posso ir.


    Beijo
    :*

    ResponderExcluir
  20. Fê... Fiquei com vontade de fazer um samba inspirado nesse teu texto... Será que sai o primeiro???

    =D

    beijo!

    ResponderExcluir
  21. minhas borboletas també estão presas no estomago.
    p.s: Nada como seduzir...
    bj

    ResponderExcluir

Instagram