icones sociais

everybody hurts


A gente se prepara para levar a rasteira da vida. Estamos todos lá, prontos para o impacto que sabemos que virá e que não tardará a vir. Aí a porrada chega. E a gente já sabia que chegaria. Mas mesmo com todo o preparo, mesmo com toda a certeza, mesmo sabendo, o impacto machuca. E percebemos que não adianta esperar por ele, estaremos sempre despreparados para essa rasteira que a vida dá.

Tudo bem?


Crescemos em meio a mentiras. Algumas inocentes, outras nem tanto. Algumas até necessárias. Desde cedo aprendemos que os problemas devem ser escondidos da sociedade, trancafiados entre quatro paredes. Desde cedo aprendemos que só se espalha felicidade quando a mesma se concretiza, para eliminar possíveis olhares de inveja e "mau olhado". Não costumo acreditar piamente nesse lance de mau olhado, mas acredito na energia das pessoas: e pessoas emitindo energia ruim para cima de ti, certamente te atinge.

bordada de flor


A melodia invadiu, suavemente, o interior do carro, trazendo um arrepio bom. As lembranças escaparam do baú e condensaram nos olhos, deixando claro que tudo aquilo que foi bom ainda perdura e é parte minha. Lembro que fugi do tom em meio a um soluço. E solucei bem no refrão. Repudiei-me um pouco por perder a graça da música que tocava, mas o estribilho se repetiu tantas e incontáveis vezes, que inspirei aliviada ao absorver cada letrinha que penetrava em mim.

Instagram