bem me quero

|

20 de dezembro de 2016


Roubei a flor do jardim do vizinho. Era uma flor branca, dessas com nome de personagem de quadrinhos. Olhei-a entre meus dedos, tão pequena e frágil. E recheada de pétalas. O perfume atiçava minha rinite, mas, entre um espirro e outro, continuei com a flor nas mãos.

Teve uma época que você roubou uma flor parecidíssima com essa, de um vizinho qualquer, numa região da cidade que hoje não mais frequento. Eu dormia na rede e acordei com aquela flor pequena amarrada no barbante azul trançado. Um detalhe minúsculo que me inflou inteira. Não me recordo qual a cor da flor, sequer me lembro do perfume que ela tinha, mas o detalhe ficou tatuado na memória de tal forma que hoje, segurando esta margarida nas mãos, a lembrança chegou com ferocidade. Já não luto mais contra ela. Aprendi a compreender que hoje as coisas realmente são porque um dia fomos.

Dedilho as pétalas com cuidado. Você sabe o quão difícil é alimentar esse cuidado, tendo em vista o quão desastrada sou capaz de ser. A flor me deu um sorrisinho desafiador e eu retribuí. Pétala por pétala, fui arrancando. Bem me quer, mal me quer, bem me quer, mal me quer, bem me quer, mal me quer. Mal me quer. Suspiro. Há uma flor despetalada em minhas mãos, diversas mini pétalas brancas no chão, contornando meus pés e um mal querer pulsando no peito.

Respiro.

Hoje eu bem me quero. E para bem melhor me querer, parei de me importar com os "não quereres" alheios.


Pobre da flor.


VEJA MAIS:

• • • • • 

*Para fins de direitos autorais, declaro que as imagens utilizadas neste post não pertencem ao blog. Qualquer problema ou reclamação quanto aos direitos de imagem podem ser feitas diretamente com nosso contato. Atenderemos prontamente.

comentários pelo facebook:

2 comentários:

  1. Ai Mafê!!!!
    Como eu estava precisando ler esse texto!!!
    Quanto que essa flor se dita em inglês soa meu nome tem pra me dizer!
    Obrigada por essa sensibilidade compartilhada!
    Guardarei com carinho o recado dessas lindas linhas!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii Deise, que recadinho lindo! ♥ cê tem razão em sentir-se assim :) amei demais! espero que leve e que seja flor que bem se quer. Te adoro!

      Excluir