icones sociais

Chuva de verão

mafe-probst

O dia amanheceu nublado, sabe? Estava vestido de preguiça, dando uma vontade de enrolar na cama. É quinta-feira, a rotina chama. Eu deixei a vontade perdida no meio dos lençóis e abracei a rotina, como todos os dias. Sorri imaginando que o dia seria fresco, mas tudo não passou de imaginação minha...


A tarde deu um solzinho maroto, aumentando o mormaço. Tinha gente na praia, tinha gente no parquinho, tinha gente trabalhando, gente de férias. E tinha calor. O suor escorreu nas minhas costas (que pararam de doer). A fruta desceu geladinha goela abaixo e tomei quase um litro e meio de água fria...

Calor e final da tarde. O céu parecia um filme desses de tornados americanos. Era uma onda preta, gigante, que começava a engolir a cidade. Faz meia hora que ameaçou chover, com o céu feio. O negrume cedeu espaço para um cinza que não assusta. Choveu, muito! Não tinha mais ninguém na praia, não tinha mais ninguém no parque.

No meio do cinza, volta o sol. Lá de cima do morro, já tem sol. Ainda chove, ainda troveja. Meia hora. E já tem sol. Acho que a chuva de verão vem para nos mostrar que nada é eterno, sabe como? Ela chega imponente, mostrando a que veio. Faz um barulho tremendo, destrói uma coisinha ou outra, espanta todo mundo e logo vai embora. A gente devia focar nisso, sabe? Quando vê aquele problema monstruoso, imaginar que é só uma chuva de verão.

Vai cair. Vai assustar. Vai fazer barulho. Você vai estremecer (eu sempre estremeço com os trovões, beijos mãe).  Mas vai passar.


Comentários

  1. Fiquei até com vontade de uma chuvinha de verão agora.. e ouvir barulho de trovão, de uma chuva tropical!
    :)

    ResponderExcluir
  2. É sensacional como você consegue unir coisas tão naturais a coisas que todos passamos. Mesmo que eu já tenha usado a expressão "chuva de verão" eu nunca parei pra pensar na coisa toda envolvida por trás. Tem coisa que assusta bem mais do que o nosso coração parece que vai suportar, mas chega uma hora que nem dói tanto e quando a gente se dá por conta... Passa. E esse ciclo da vida é o que dá a motivação pra continuar seguindo e deixando a preguiça enrolada nos lençóis da cama.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
  3. Por aqui as coisas andam meio chuvosas muito mais do que lá fora...
    Adorei o seu texto!

    ResponderExcluir
  4. Ao som da água e dos trovões, só quero calma, cama e Camões.
    GK

    ResponderExcluir
  5. Owwwnnt Mafê! Imaginar que todos os nossos problemas são nada mais do que uma boba chuva de verão. Adorei este pensamento! Durante o texto parecia que você estava descrevendo minha cidade nesses últimos dias, porque nossa... era assim todos os dias. E eu amo chuva. Então era bem triste vê-la ir embora rápido assim todos os dias.

    ACESSO PERMITIDO. ♥
    www.acessopermitido.com

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Instagram