icones sociais

A AUTOSSUFICIÊNCIA PESA


Algumas pessoas por aí tem a triste mania de achar que são auto suficientes quando, na verdade, todos nós precisamos de alguém. Não estou falando de alguém pra se relacionar ou alguém pra sermos dependente, mas alguém que esteja ali, por nós.

Não dá, pra desmascarar nossa fragilidade só quando encostarmos a cabeça no travesseiro, nem dá pra desabafar só com as paredes do quarto, enquanto espera no silêncio, inúmeras respostas. Não dá viver um dia ruim e simplesmente guardar aquilo pra si ou, simplesmente, descontar as frustrações numa panela de brigadeiro ou num pote de sorvete de pavê.

Precisamos de diálogos, diálogos reais, com pessoas reais. Vai ter sempre alguém do seu lado pronto pra te ajudar, alguém que talvez nem tenha a palavra certa pra te dizer naquele momento, mas que vai te confortar com um abraço e te aliviar, escutando tudo que você tem a dizer. Ora até nós — escritores que depositamos boa parte dos nosso momentos, vividos e sentidos em um pedaço de papel — precisamos de alguém pra nos ouvir, nos aconselhar, segurar nossa barra quando o fardo pesar, sabe?!

A vida, mesmo que leve, tem lá seu peso. Somos como esponjas que absorvem demais e tudo isso nos consome a ponto de por vezes (várias vezes) sufocar. E nessa hora não tem papel que alivie, não tem grito que diminuía. Precisamos de conversas, falar, falar muito e ouvir. Se permitir ouvir o que o outro tem a dizer e entender que ao final vai te fazer bem. Não é questão de mostrar frágil ou incapaz, você só precisa entender que ninguém consegue nada sozinho. Que desabafar, querer colo, pedir ajudar não é ser frágil é ser cuidadoso consigo mesmo.

A alto suficiência pesa mais que qualquer fardo nessa vida. Não tenha medo de segurar na mão de ninguém. Você pode ser forte, ter seus milhões de ponto de vista, mas não pode fazer tudo sozinho. Você precisa de alguém, todo mundo precisa.

Instagram