6 COISAS PARA NÃO FAZER DEPOIS DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO

|

20 de março de 2018

Não queira provar que você está bem!
Você não está, você está sofrendo, está doendo. E é normal, não venha se cobrar para engolir a seco o final de algo que por algum tempo te fez feliz. Ninguém está pedindo para você vestir o luto e se trancar nele. Mas permita-se viver na fossa, fazendo programas de índio com quem realmente está ao seu lado. Não é uma luta livre, são duas pessoas que, por algum motivo ou momento, decidiram seguir por novos caminhos. No seu tempo certo, você irá recomeçar.


Fique longe das redes sociais.
Calma, miga, não é pra você se auto exilar. Apenas para ponderar até onde irá usar as suas redes. Quando estamos machucados, o intuito é machucar de volta. E entre tiros trocados alguém pode finalmente se machucar mais do que atingir o outro. Compartilhe coisas leves, não transforme suas contas no muro de lamentações de Jericó. Aquela pessoa te fez bem até alguns dias. Não defina o que de fato foi vivenciado, por causa de um final.

Não "stalkie" o ex.
Miga sua louca, do mesmo jeito que existe o AA e terapia, existe melhor amiga e bom senso. Se você cogitar a ideia de querer virar Sherlock Holmes na cola do seu ex, estará se automutilando constantemente. É sério, pare com isso e pare agora. Ninguém merece viver de migalhas. Vocês terminaram, deixa o baile seguir e deixa ele(a) ser feliz. É só cuidando da própria vida que encontraremos a felicidade que também já está predestinada a nós

Não falar dele(a) constantemente em roda de amigos é uma forma de seguir em frente.
Uma coisa é você estar sofrendo e seus amigos se comparecerem disso por alguns dias, mas se você insistir na mesma tecla até o apocalipse acontecer, você não só vai perder o Crush, mas também os amigos. É um saco ouvir os mesmos motivos todos os dias. Game-over. Toma uma dose de amor próprio e experimente mudar o ritmo da dança.

Não deixe de frequentar ambientes ou estar com amigos apenas porque acabou.
O lado mais infantil e ridículo de todas as relações é: “se fulano for, eu não vou”. Então não vá, fique em casa, se empanturre de sorvete, chore ao som de Celine Dion e perca momentos novos e a chance de conhecer pessoas novas também. "Mas ele vai". E daí? A terra não vai girar ou parar de girar por causa da sua dor. Você precisa aprender a reviver a mesma rotina e quanto antes você aprender a conviver com maturidade com o seu passado, mais cedo você vai notar que a vida é bem mais que um final de relacionamento.

Não pegue outro na frente dele apenas por pirraça.
Quem nunca quis aparecer glamorosa e causar dor de cotovelos em ex, que atire a primeira pedra. Mas sabe o que é ainda melhor do que cena de filme clichê? É sair e se jogar em uma pista de dança sem se importar se ele vai estar ou com quem vai estar. Aproveite a nova vibe, mas não tente mostrar a ele que já o superou pegando o boy do lado, ao contrário do que queria demonstrar, vai deixar de longe e em caixa alta o quanto ainda está tentando chamar a sua atenção. Não é para se privar, é apenas para filtrar. E se tiver que fazer algo, faça por você e não para atingir alguém.

O primeiro passo para um recomeço, é entender que vamos até onde conseguimos, o seu relacionamento chegou ao fim por algum motivo, se for algo para acontecer de novo, o tempo vai rolar e vocês vão se encontrar. Isso não significa que você deve se privar de momentos ou pessoas em nome de um “alguém”. O primeiro passo para recomeçar é se jogar em uma banheira de amor próprio e reajustar os seus ângulos. E antes de todos os outros, que a dose máxima da sua felicidade seja unicamente por você.



comentários pelo facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...