icones sociais

A GENTE VIVE NA ESPERA


A gente vive na espera do outro. Do outro ceder, do outro apoiar. Do outro levantar e dar o lugar. “Hoje não”, a gente pensa e deixa pra próxima pela próxima vez. A gente olha pro lado e até pensa em dar bom dia, mas está muito cedo e de manhã o mau humor acompanha em cada esquina. A moeda caiu do bolso do sujeito que anda a frente, mas parar pra juntar e chamar vai consumir míseros segundos e o ônibus está quase saindo.

A senhorinha do outro lado da rua está notoriamente perdida, mas a fome é tanta que a padaria na próxima quadra chama mais rápido. O velhinho no semáforo pede esmola, mas as moedinhas estão contadas pra comprar aquele chocolate pós-almoço, e, sinceramente, ninguém merece ficar sem açúcar. Mas e ele?

A chuva começa a cair, a sombrinha é grande, o colega que trabalha no setor próximo começa a ficar todo encharcado e apertar o passo, mas oferecer “carona” seria esforço demais e ele já começou a correr mesmo, não adianta nem chamar.

Outro atendente falta por motivo de doença, mas poxa vida! Esse abençoado vive faltando e deixando todo o trabalho por fazer. É mentira, é corpo mole, é papo só pra pegar atestado e atrasar os horários de almoços alheios.

A gente vive admirando pessoas humanas, atitudes humanas, palavras humanas. A gente admira quem oferece ajuda, dá o braço, estende a mão. Admira quem cede o lugar, quem muda o próprio roteiro pra poder ajudar, quem se atrasa pelo outro, quem se preocupa pelo outro e no dia seguinte ainda pergunta “está melhor?”.

E nessa vida de correria a gente insiste em deixar a gentileza pra depois. Hoje não precisa, amanhã quem sabe. Semana que vem ainda não deu, mas mês que vem eu me esforço. A vida se acumula de desculpas e se perde em falta de trocas. De trocas sem intenções. De troca por amor e por doação.

A gente vive pedindo mais amor, mais compreensão, mais compaixão. A gente não quer ser julgado por faltar ao serviço ou por não estar bem para comparecer a apresentação daquele trabalho importante, mas a gente vive mal dizendo quando precisam dessa nossa compreensão.

A gente pede mais amor, mas acaba esquecendo que amor não se pede, amor se dá.



Instagram