icones sociais

É ELA, MAS PODEM SER VÁRIAS


Ela é só uma, mas parece várias. Cuida da casa, dos filhos, marido e dos cachorros. Cuida das finanças, administra uma empresa, segura uma barra aqui e outra lá. Faz malabarismos com os problemas da vida – dela e de todos. Ela é mil em uma. É daquelas que você olha e não entende como que consegue ser tantas e ainda estar andando em cima do salto. Ela se monta e não se desfaz nem por insistência.

Viveu tanto que, por vezes, já deixou de ser. Precisou sentar, aquietar e respirar. Precisou ser ela novamente porque sempre foi muitas e tantas para os outros. Ela não perde o fio da meada e, quando perde, o jogo de cintura é tão maior que ninguém percebe. Ela equilibra prato por prato e ainda assim consegue deixar todos girando na mesma velocidade.

Ela é mãe, esposa, mulher, dona de casa, corretora, gerente, empresária, enfermeira, cozinheira e, principalmente, apaziguadora de tudo quanto é situação. É ela que acalma, que acolhe o pranto, bota no colo e faz brotar de novo outros sorriso e novos olhares.

Já teve a vida tão sofrida que hoje sofre pra ninguém mais ter. Faz de tudo por todos e em questão de segundos se reinventa pra não deixar a peteca cair. Ela já chorou demais, caiu demais, sofreu demais. E nos tantos tombos “demais” que levou, ela se reergueu pra ser demais. E criou sua própria regra, se permita chorar apenas 15 minutos.

Ela é pilar em todo lugar, ela é ordem em todo recinto. Ela toca e vira sucesso, ela abraça e vira o mundo. Ela é daquelas dignas de inspiração, orgulho e homenagens. Ela é daquelas que faz jus a palavra mulher, é tão forte e determinada ao ponto que um dia só ainda é pouco pra ela.



Instagram