ME TOCA, RAPAZ

|

12 de março de 2018


Me toca de novo aquela música. Deixa a tua voz ser o som ambiente da minha rua. Não precisa afinar as cordas, dedilha na minha cintura as tuas notas. Nota que eu vou te sorrir com os olhos a cada vez que perceber essa harmonia. Te demora mais um pouco. Em meu olhar desenhei tua partitura. Esquece a partida, apenas me aceita como guia. Deixa eu traçar o percurso por entre as batidas da tua percussão. Ainda que o caminho seja breve. É que o coração já havia esquecido como é bater tão leve. E ainda que o nascer do dia me leve pra longe… Me toca – só mais uma música, rapaz.

Me toca de novo o corpo. Deixa a tua língua coreografar sobre minha pele nua. Desvenda o ritmo da minha respiração a cada vez que tua boca procurar a minha nuca. Domina as ondas do meu arrepio e faz elas vibrarem na tua frequência. Deixa teu timbre escorregar pela barba escura e roça aquela canção em meu ouvido – bem baixinho, quase um gemido. Troca a posição, muda o disco, modula a tonalidade. Me faz ter fome da tua intensidade e sede do teu suor. Deixa eu dançar em teus braços, me dividir em teu compasso e me encontrar inteira em teu tom. Junta teu sussurro ao meu e vamos compor um novo acorde. Ainda que a luz da manhã alta nos acorde, e o relógio tenha pressa, talvez haja tempo para ensaiar outra vez. Me toca – só mais uma noite, rapaz.

Eu prometo que terei o poema certo pra tua melodia. Confia na minha prosódia, e vou encaixar meus versos no teu som na mesma medida em que encaixo meu corpo ao teu. Talvez eles narrem como tuas gírias fazem cócegas em meus lábios. E eu consiga fazer rima do teu sotaque com o meu. Talvez eu até mesmo te conte que os risos intervalando os beijos nunca foram à toa – era a inspiração soprando em meu ouvido um pedaço de realidade que iria virar métrica. Então faz a canção, rapaz, que eu tenho a poesia. Traz o violão, eu canto a estória. Te dou minha letra, você traduz a cifra. Quem sabe, no fim, a gente decifra de onde vem essa sintonia. Vem, antes que amanheça o dia. Só mais uma música, só mais uma noite. Me toca, rapaz.


comentários pelo facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...