icones sociais

O QUE APRENDI COM VOCÊ


Hoje vim te agradecer. Pelas vezes em que entendeu minha ousadia, que gostou dela, mas que tão logo fez com que eu mudasse para evitar eventuais discussões – percebi que não quero bloquear-me mais. Também pelas inúmeras vezes em que mostrou sua autenticidade, isso me inspirou de tal forma, que deixei de ficar me revirando para agradar e receber sorrisos.

Obrigada por todas as vezes em que me senti inútil tentando provar o que eu sentia, com pouco retorno seu, foi assim que entendi que reciprocidade é tão importante quanto o próprio amor. Não desperdiço mais meu tempo com o que não tem futuro. Obrigada pelos momentos em que precisava do meu silêncio e me dizias que quando eu tivesse assunto te procurasse – aquela culpa que sentia por não ter sobre o que falar, nem ter vontade de, já não me pega, porque há pessoas por aí que escutam meus silêncios, como você nunca pôde.

Obrigada por todas as vezes que deixou tão claro que não me amava, que seu sentimento não chegava nem perto disso – porque assim, enraizou-se em mim, o desejo de não ter alguém só para a diversão. Tampouco como passatempo, aprendi ainda mais, a respeitar cada ser único e peculiar que esbarra meu caminho.

Obrigada também por pegar no meu pé para me alimentar melhor, fazer exercícios e beber muita água, pois lembro de você sempre que espirro e penso que estou comendo nos horários errados. Quando minha cabeça a noite dói e me recordo que bebi pouca água no decorrer do dia, ou nos dias em que treino em casa porque você fica ecoando no meu pensamento – vai, menina, para de preguiça.

Talvez não tenha aprendido com mais ninguém tudo que aprendi ao seu lado. Talvez não tenha existido outra pessoa na minha vida que mexeu tanto assim comigo, que deixou muito, mas também, que levou tanto do que era meu. Talvez você nem tenha notado o quanto levou, mas eu sinto, que sou metade você e outra metade eu.

Obrigada pelos lugares que me apresentou – alguns, é provável que eu volte, apenas para sentir o sabor amargo de te lembrar, te reviver.

Hoje, vim te agradecer. Pelo que você foi, pelo que deixou e o que levou, mas principalmente pelo que é agora pra mim – uma memória, ora forte, noutra turva, que me lembra o amor e que sempre vai ser o fim e o recomeço de mim.



Instagram