A PLAYLIST QUE VAI MUDAR SUA VIDA

|

23 de abril de 2018


Hey, gente!

Talvez você vai achar que isso foge um pouco da linha desse blog lindinho, certo? Errado. Música é, na maior parte do tempo, a minha gastação de tempo favorita. TUDO – quando eu digo tudo, é tudo mesmo – na minha vida tem música. Cada momento, seja o meu primeiro beijo, meu primeiro porre, uma discussão em casa ou até um simples rolê no centro, é embalado por uma trilha sonora.

Como todo mundo na vida, eu tive minha fase roqueira, vibe positiva, bad vibes e por aí vai. Não posso dizer que uma música me define por completo, mas sim, que uma determinada música define o período em que eu estou vivendo. Hoje em dia, posso dizer que preciso_de_férias_por_favor. mp3 é a música que mais estou escutando.

Aí vai uma lista com as 10 músicas que eu mais ouvi no último ano e  porque ela merece um lugar especial no meu coração – juro que sem muitos rodeios.


SHAPE OF YOU – ED SHEERAN
Era pra ser a música das minhas férias, mas não foi somente nos dias de praia que esse som estava nos fones de ouvido.


- Ela é PERFEITA para aquela caminhada no fim da tarde.


DESPACITO FT. DADDY YANKEE – LUIS FONSI
Mano, quem não ouviu essa música e ficou dançando na frente do espelho? Eu fiquei. Essa música me faz recordar, principalmente, as viagens de carro com alguns amigos.


- Vale uma boa requebrada quando ninguém estiver olhando.

I WOULD RATHER GO BLIND – DUA LIPA
Não querendo desmerecer New Rules (afinal, que hino, né mores?), mas eu amo essa música na voz da Dua. Sou apaixonada por Jazz desde quando eu dançava e ouvir uma voz dessas cantando ao som de uma guitarra apenas, faz meu coração balançar.


- Recomendo dançar essa na varanda coladinha no boy.

NEVER LET ME GO – ALOK
Não consigo falar muito sobre essa. Só sei que foi a música da minha formatura e ela tem todas as memórias da melhor festa da minha vida.


– Por favor, use ela na social na sua casa. Obrigada.

THE ONE – KODALINE
Desde que eu me conheço por gente (tipo há uns dois anos atrás), Kodaline me acompanha na sofrência. Sou apaixonada por violão e pela voz do Steve Garrigan — juro que um dia ainda vou gravar um vídeo meu cantando uma música deles, tipo quando minha extensão vocal for melhor —,e essa música acompanhou meu caminho por uma paixão bem louca.


– Não aconselho ouvir sentado na janela de um ônibus, a não ser que você queira chorar.

ERA UMA VEZ – KELL SMITH
Uma música tão fofinha quanto o nome e que, como as histórias de fantasia, tem um fundo bem verdadeiro também. Cantei inúmeras vezes este ano, com grandes amigos, e só posso dizer que rendeu boas risadas.


– Pode ser bem legal enviar ela para um amigo que esteja de coração partido.

ME ESPERA – SANDY E TIAGO IORC
Talvez a música que mais mexeu comigo neste ano. Ela possui – aos olhos de algumas pessoas – um grande diálogo entre a alma do homem e Deus.


– Preste atenção na letra e pense em Deus falando com você, garanto que muita oração vai surgir.

VOCÊ NÃO PRESTA – MALLU MAGALHÃES
Não posso negar meu amor por essa mulher e pelo samba. Sempre tive vontade de passear no Rio e encontrar uma casa onde o pessoal esteja sambando. A letra super grude, traz um recado para as inimigas ou para o boy cretino.


– Faça uma festa e não convide quem não acrescenta nada na sua vida.


DNA – BTS
Passei o ano todo ouvindo minha irmã escutar as músicas desses coreanos e ficava pensando: o que ela tem na cabeça? Mas precisei me render quando ouvi esse hit. A batida é contagiante e no fim da música você já esta até fazendo a marquinha no braço.


– Ótima par ouvir enquanto faz aquela faxina.

A última, e não menos importante:
GRAVITY - JOHN MAYER
Essa música ainda não me remete nenhuma memória específica, mas me acompanha ao longo dos últimos anos. John Mayer é a inspiração do meu modo de tocar violão e meu cantor favorito. Posso enumerar de trás para frente todas as músicas dele que eu gosto, mas prefiro colocar aqui apenas a mais bem elaborada – em questão de arranjo, melodia, voz e afins — eleita por mim.


– Ouça a qualquer momento, em qualquer lugar e perceba a gravidade a qual seu corpo está sujeito.


Como eu já falei em algum outro texto por aqui, "o gosto musical de alguém é incrível sim, independente do que os outros digam sobre isso", e os aconselho a fazerem uma playlist maravilhosa também, ok?!


comentários pelo facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...