icones sociais

PARA UM VIRGINIANO


Já estava me acostumando com a impunidade de quem desperta o amor e não se deixa ser amado. Foi quando você chegou e despertou o amor em mim e em si feito inspiração, que não escolhe a hora certa de aparecer. Logo colocou para dormir minhas lágrimas acostumadas a percorrerem tantas vezes o caminho de dentro para fora.

Seu amor é generoso a ponto de doar tudo o que tem sem guardar para si um pouco, como quem se esquece de respirar. Com você aprendi o que é segurança e como os lugares comuns podem ser singulares. É como experimentar um pouquinho da morte todos os dias, ao tomar uma dose de veneno que não chega a ser letal, mas o suficiente para ser reconfortante.

Eu tenho a certeza de que algo extraordinário está para acontecer, mas deixe-me chorar essa noite. Por vezes achei que as lágrimas uma hora lavariam a bondade dos olhos, por sorte elas só levaram o mal visto. Tantos encontros ao acaso, frutos de desencontros de dias passados, que ainda me tocam a pele, trazem a solidão de volta.

Às vezes penso que poderíamos viver de pão e poesia, porque o circo já entristeceu. Outras vezes penso que no circo haverá sempre alegria, mas isso é felicidade? Só se inundando de melancolia a gente sai de todo limpo. Seria capaz de me amar, ainda que eu fosse triste? A tristeza é minha camada mais profunda, não há como arrancá-la sem ferir todo o resto. Sem ela sou brisa sem frescor.

Deixemos a sala por um instante. As fachadas e as paredes brancas nunca me interessaram, de fato. Adentremos ao quarto para que não sejamos de nós, estranhos. Permita-se ser triste e abraçar a imperfeição como quem ama a inexatidão de ser humano. Ser incompleto é um motivo para seguir.

Você me ensinou a proteção, deixe-me ensiná-lo a liberdade.

Instagram