NADA FAZ SENTIDO

|

15 de maio de 2018


Hoje é um daqueles dias que nada faz sentido, sabe? Eu tive uma noite ótima de sono, mas acordei por obrigação. Queria ter ficado deitada e ter ficado sonhando. Não lembro bem o que sonhava, mas era um sonho bom. Meio maluco, mas tinha um quê de coisa boa.

Levantei, oito horas.

Tomei um café reforçado, para evitar ingerir guloseimas até a hora do almoço. Aí, sei lá, eu sentei na frente do computador, abri o Word, internet, e-mail e mais uma porrada de coisa e fiquei parada, encarando tudo. Anotando as coisas que preciso fazer e as coisas que eu deveria ter feito, faz mó tempo, e ainda não fiz...

Hoje frustrei uma pessoa. Minto, duas. Porque eu me frustro também, sabe? Fico miúda e a culpa nem é da vida, é minha mesmo. Às vezes eu acho que tenho o tempo nas mãos e, quando me dou conta, já se passaram semanas. Eu tô num estágio que não vejo o tempo passar, sabe como? Eu me atropelo demais. 

Muita coisa ao mesmo tempo e, de verdade?, coisa nenhuma. Sei lá, parece que faço muito, mas não faço nada. Parece que abraço o mundo, mas não abraço nada. Eu tô perdidinha, essa que é a real. Me sentindo um saco de batatas largado em qualquer canto, esquecido mesmo, ignorado. Inútil, sabe? Só faz sentido, só é notável, quando dá mal cheiro. Aí é meio tarde demais, entende? Só pegar e jogar fora.

Hoje é um daqueles dias que não faço sentido, sabe?


comentários pelo facebook:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...