icones sociais

não se acanhe não



Vem, entra. Não se acanhe não. Estava mesmo te esperando. A porta aqui permaneceu entreaberta para que, caso você viesse, não precisasse ir embora por não conseguir entrar. Não foi fácil chegar até aqui, não é mesmo? Ouvi-te dizer que foi um tempo de perrengue, de joelho ralado e olhos marejados. Mesmo que no fundo você soubesse que o recomeço ia chegar. Percebi que você foi mais paciente desta vez, não se cobrou tanto e sentiu tudo de verdade. Era isso que esperava de ti.

E agora tudo parece mais leve e real, não acha? Ficou para trás aquela sensação de sentimentos varridos para debaixo do tapete, ou mesmo de pendências por resolver. Sentes o gosto suave de começar de novo tendo tudo compreendido? Não se acanhe não. Estava mesmo te esperando. Sabia que você viria.

Esperei pacientemente por esse momento. Algo dentro de mim me dizia que teríamos nossa hora, que teríamos a chance de nos ver de novo. Não foi fácil deixar a porta aberta, sentar e esperar você voltar. Sei lá, eu tive tanta curiosidade do mundo, tive tanta vontade de bater a porta num baque surdo e eu mesma sair, sem olhar para trás, como você fez. Eu quis deixar nossa história e seguir em frente, mas eu sentei e esperei.

Eu sei, eu sei. Minha dualidade nas decisões sempre me impulsionou para longe, mas vê que dessa vez eu fiquei? Acho que quando se trata do coração, a razão meio que entende e sabe o que faz. Então vem, entra. Eu não deixei essa porta escancarada à toa, não. Eu te quero aqui comigo, lado a lado, para que possamos colocar todos os pontos nos is, conversar sobre a vida que aconteceu nesse hiato e saber o que faremos daqui pra frente – embora tenha meu palpite.

Calma. Não se acanhe não. Chega perto. A gente conversa, troca umas verdades e umas carícias, mata algumas saudades e aí levantamos – juntas – para chavear a porta da nossa história e seguir pelos caminhos que vida quiser. O passado ficará trancado e seguiremos – separadas, lado a lado? – pelo tempo que vier.

Comentários

Instagram