icones sociais

Caixinha de lembranças


No começo foi difícil acreditar que você foi embora. Logo eu, que me via tão dependente de você... Mas não uma dependência a ponto de não saber fazer nada sem você, é que eu era dependente do teu sorriso, pra sorrir com mais vontade, do teu “dorme bem” pra sentir que a noite seria tranquila, do teu “bom dia” pra começar o dia bem. Eu era dependente do teu abraço, porque ele tinha o poder de renovar e organizar tudo que havia de bagunçado em mim. Só que você não se importou muito e foi embora arrancando, de uma vez só, tudo isso de mim. Deixando só saudade e lembranças boas amarradas a angústia de talvez não ter sido tudo que você dizia que eu significava para você. E sem nenhum apego, apenas foi embora.

Senti tanta raiva. Me senti tão culpada, me perguntando toda hora: será que fiz algo errado? Talvez.

O tempo foi passando e eu fui preenchendo seu espaço largo da minha vida, com sorrisos de outro alguém, com boas conversas com os amigos, com minhas músicas preferidas, com sorvete de casquinha que tanto amo, com minhas verdadeiras prioridades, com coisas que me faziam bem, desde sempre, com coisas minhas e então não havia muito de você aqui. Havia um espaço proporcional pra você caber na minha caixinha de lembranças e eu poder me ver bem novamente, me ver bem sem aquele exagero emocional que suas lembranças carregavam.

Eu estava bem sem você.

Já não fazia falta não ter você pra conversar nas madrugadas que me faltava o sono, já não fazia falta aquele “bom dia” para que eu despertasse sorrindo, já não me incomodava o frio sem você pra me esquentar. Fui me adaptando a esse novo momento e hoje agradeço por ter ido embora sem me preparar.

A vida acabou me ensinando.

Percebi que errei muito mesmo, principalmente no momento que eu deixei de me amar, para amar você.  É óbvio que eu sentiria a sua falta, eu me perdi de mim e dei lugar a você e, quando eu perdi você, eu já não sabia quem eu era. Eu estava perdida!

Se eu tivesse feito diferente entenderia que foi só um ciclo que acabou, que momentos terminam para que outros possam acontecer. Eu coleciono momentos bons e coisas que marcam e você teve sua parcela colecionada. Vivi muita coisa boa e, de alguma forma você me marcou, só que agora estou melhor sem você.

Comentários

Instagram