icones sociais

O que a vida quer da gente


Já dizia Guimarães Rosa, “O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta”. E mesmo ele estando presente há tanto tempo na nossa literatura, insistimos em não dar o devido valor às sábias palavras lidas durante o nosso percurso.

É que a vida aperta mesmo e ela afoga enquanto embrulha, esquenta e desinquieta. Ela nos tira o chão e faz com que tenhamos que aprender a voar no mesmo instante em que já não há mais onde pisar. E, por vezes, as asas são pequenas demais pra aguentar um corpo tão carregado com as incertezas de uma mente que vaga em passados e se esquece do presente.

As dores, as mágoas, angústias, tristezas e saudades nos rondam a todo o instante. O que já foi ainda vive nas memórias tão acesas e, mesmo assim, obscuras. Carregar os momentos ruins, ainda sendo mais pesados, parece preferível a alimentar os dias que nos trouxeram sorrisos. É que o ser humano tem a insistente mania de focar em tudo aquilo que nos leva para longe de nós mesmos.

Guimarães Rosa também nos diz que a gente principia as coisas no não saber por que e desde aí perde o poder de continuação. E ele, de novo, está certo. Sofremos por antecedência, brigamos por antecedência, choramos por antecedência. Vivemos antecedendo fatos que nem nunca aconteceram ou nunca aconteceriam se nós não tivéssemos buscado sempre por conflitos. Esquecemos que a vida se faz no agora e, por mais que o agora seja turbulento, é pela existência das ondas que é possível surfar.

Nós só temos o agora. O passado já foi e o futuro não é, só existe o agora, só existe o presente. Apertado, quente e desinquieto. Só existe o presente. Então que saibamos apreciar a proteção do que aperta, o calor do que esquenta e as inúmeras possibilidades que uma vida inquieta nos traz.

Guimarães ainda nos diz que o mais importante e bonito é que as pessoas não estão sempre iguais. Tudo na vida é passageiro e tudo passa com a velocidade necessária para nos transformar na melhor versão que podemos ser. A vida não erra, e como ele afirma, o que ela quer da gente é coragem.



Comentários

Instagram