icones sociais

Você nunca me pertenceu


Você disse até logo. Eu senti aquilo como uma despedida bem romantizada, Deus bem sabe que essas coisas são comigo, não gosto de despedidas muito menos de finais, mas gosto de recomeços. E sem finais não há recomeços.

Tentei de tudo um pouco para evitar o adeus, nunca aceitei que o que vem fácil também vai fácil. Hoje eu entendo essa frase com muita dor, mas precisa doer como nunca para não doer nunca mais... Li isso em algum lugar e fez todo sentido.

Me desculpe por ter trancado a porta e ter te deixado pelo lado de fora, Deus bem sabe o tanto que eu te queria aqui dentro, e essa desistência foi meu maior ato de coragem. E lembre-se, se você não encontrar o paraíso aí do lado de fora tão pouco encontrará aqui dentro.

Não te quero mal, você foi exatamente extraordinário do seu jeito, mas nos afundamos um no outro e acabamos nos perdendo, que loucura! Precisei me perder para me valorizar. Sinceramente? Espero que você fique bem, quero que você voe. E se por ventura um dia se lembrar de mim, seja com carinho, seja com respeito.

Respeito por nós e por tudo que vivemos. Não foi um final feliz, para mim; mas foi um final necessário, para os dois.

Estou seguindo em frente, mas também tenho tropeçado nas nossas fotografias.

Esse não é um texto de superação (ainda). Mas é um texto sobre nós, por tudo que vivemos e tentamos ser, por isso te agradeço. Nadamos tanto e morremos na praia, não é?

Por fim, queria te dar um conselho: aprenda a gostar de si mesmo antes de querer gostar de alguém, aprenda admirar sua companhia, aprenda a se amar. Não tente procurar em terceiros o que falta em você, isso trará frustrações, decepções e, bem, você merece todo amor que tenta dar aos outros.

Está na hora de partir, não quer dizer que não te amo. Só não nos pertencemos mais.

Comentários

Instagram