icones sociais

Falta um canto pra se perder



Eu gosto é de detalhes, de surpresas, de gente que observa. Sou daquelas que muito pensa e pouco fala, e quando fala, fala, fala, fala, mas sem dizer nada – deixo tudo subentendido nas entrelinhas. Acontece o mesmo, mas mais explícito, quando escrevo e, se quer saber, eu prefiro mil vezes escrever. Desisti de por em prática falar, como uma vez me disseram: você tem que falar o que sente, MF, ninguém é obrigado a ficar adivinhando. Ok. Eu tentei, juro que tentei. Mas não adianta, não mais. Desacreditei na eficácia, talvez...

Não deixe o próprio ser maior que o amor.


"Se valorize!"
"Se ame!"
"Você merece mais do que isso!"
"Fui embora porque eu era muito pra você!"

Falar de amor próprio virou assunto constante. O que não é ruim, mas o que me preocupa é justamente a forma como ele tem sido pregado. Amar a gente mesmo é essencial. Reconhecer nosso valor também. Mas deixar que isso seja motivo pra nos acharmos melhor que o outro? Aí eu discordo.

assoprar a sombra para lá


é que eu já sei de cor
qual o quê dos quais
e poréns dos afins
[Paquetá - Amarante, R.]

Tem dias que eu quero muito o sol sobre mim. Uma sombra minguada sobre os meus pés e o mundo inteirinho azul na minha frente. Queria que não chovesse, que não molhasse. Não mais sentir a gota que escorre pela face. Odeio os dias grudentos, fechado em cinza com nuvens gordas sujando a cidade. Umidade demais me enjoa. E dá vontade de se esconder no meio das cobertas, de se esquecer entre um sonho e outro – que não façam sentido.

constelação

mafe-probst

Apontou o dedo para o céu, desacreditando em todas as superstições.

— Lá — disse ela. — Tenho certeza que é aquela ali — E suspira. O orvalho escorrendo pela pétala de sua face, um sorriso tímido no canto da boca e o coração mudo no peito. — Você não vê? — perguntou num sussurro, como se querendo que a estrela fosse só dela. Imaginação.
— Vejo — respondeu, — é a que mais brilha, depois daquela estrela que é planeta.
— É.

ponto de vista


Me puxa pela mão, sem perguntar se quero ir. Não sei lidar com perguntas e tenho tendência a negar qualquer tipo coisa que saia um pouco da bolha confortável que desenhei pra mim. Não me dê espaço para poder agir, porque sempre ajo dando um passo para trás e, de verdade, só dessa vez, eu não quero recuar.

Instagram