icones sociais

TENHO A CHUVA COMO SERENATA


A chuva soa como serenata do lado de fora e o vidro da sacada já está embaçada com a umidade. O tempo não foi dos melhores, mas eu ainda estou aqui, barbudo, altamente sonolento e sem entender o real sentido do que eu estou fazendo na terra. Meus olhos teimam em pesar, enquanto eu os franzo para me proteger da luz do meu notebook.

Vinte e cinco anos de idade e já tenho algumas histórias para contar. Um de meus amigos me perguntou o que eu tinha para falar em um amontoado de escritos, com tão pouca idade. Então decidi que o rumo desse livro¹, seria explicar sobre minha vida para alguém que pretendo amar profundamente, em um futuro próximo, e chamar de esposa.

Eu sou intenso, amo, odeio, rio e tento chorar (pois ainda não chorei até o fechamento desse texto). Minha personalidade é daquelas pessoas que vivem o que acreditam e não se sujeitam ao jogo. Essas questões de falsidade não fazem muito parte de mim. A conjectura de falsas amizades para se conseguir algum objetivo me dão um pouco de ânsia.

Os olhos doem mais, agora eu ando entre minha cadeira e minha cama, pensando sobre o que eu quero dizer. Ao mesmo tempo, rodo o meu mouse em busca de alguma música que aquiete meu coração, pois ali fora vivemos momento de guerra. Parece que nas minhas paredes estou a salvo, mas se colocar o pé para fora, poderemos ser alvejados por qualquer palavra maldita para tentar te derrubar.

Sozinho eu olho para a tela desligada da minha televisão, onde eu assisto o filme da minha vida. Eu deveria ter desistido, estou na direção certa, te amado mais, te odiado de menos...A canção já terminou, agora somente ouço o som dos carros e me preparo para orar. Provavelmente Deus é a melhor busca para todas essas respostas.

Terminei o texto, tentei conectar uma entrevista na internet que só caia e vi claras semelhanças com a minha vida. Vivo tentando me manter online, sem as interferências que travem meu coração. Busco em mim um sentido tão ritmado e tranquilo quanto a chuva do lado de fora que teima em cair.

DINHO DE OLIVEIRA
Dinho de Oliveira é radialista, comediante, conservador, cristão, romântico, cronista, louco e acredita em finais felizes.

¹ Livro: "As cartas que fiz pra ela", que será lançado em breve ♥

Instagram