icones sociais

Não acredite na fortaleza que pregam por aí


Vejo muitos dizendo: você é forte, não desista, segue firme, segue o baile. E poucos dizendo: tenha calma, está tudo bem ir devagar ou desistir se não faz bem. Poucos olham para dentro da gente, poucos são os que enxergam nossas feridas e nos oferecem a escolha de fazer uma pausa, de mudar o rumo, ou apenas ficar observando antes de seguir o baile de fato.

Há uma pressa enraizada em sair dizendo que se está bem, que seguiu a vida, uma vontade desesperada de provar para o mundo que não liga para nada e que nada abala.

Por isso, hoje estou aqui para dizer que está tudo bem ir devagar, está tudo bem demorar a superar, tudo bem ter seu próprio tempo e jeito de passar pelas coisas. Está tudo bem em sentir muito, está muito mais que bem sentir. A vida é sentir. Tudo bem dizer não. Tudo bem se declarar. Tudo bem ouvir não. Tudo bem amar. Tudo bem não ser amado de volta.

Está tudo bem se descobrir e encontrar seus limites. E mais bem ainda entender que cada pessoa vai ter seu tempo, limite e forma de sentir. É mais que normal cair, ralar o joelho. Sentir que não tem mais para onde correr. Não ver luz no fim do túnel. Às vezes, para ficarmos mais fortes, precisamos assumir nossas fraquezas. Olhar a elas e dizer que ok. Ok elas serem nossas. Ok elas aparecerem. Porque momentos assim, são como a felicidade, não duram para sempre. Vem e vão. E nos mudam. E mudar é bom, evoluir e crescer é muito bom. Tenha medo não. Não se cobre para mostrar que está tudo bem o tempo todo. Você não precisa ser como todo mundo, já diriam nossas amadas mães.

Sou um universo, meu corpo é meu templo, e hoje cuido dele com muito amor e cuidado. Cuide de você também.

Comentários

Instagram