icones sociais

O que me encanta


O simples. O pouco. O natural. O aqui. O agora.

Sabe, estou sem paciência com quem complica demais, com quem foca nos problemas ao invés de se dedicar as soluções. Tolerância zero para aqueles que programam tudo.

Gente, isso aqui é vida, e vida não é fórmula matemática não; definitivamente ela não vem com manual de instruções nem tutorial a ser seguido não. Vida tem que ser vivida, sentida, pulsada. No improviso, no susto, no impulso, no supetão mesmo.

Me encanta quem prova o sabor da vida pausadamente, sem pressa, como quem degusta um prato delicioso ou um vinho nobre. Me encanta quem abraça. Quem enlaça. Quem tropeça e se levanta.

Me encanta quem olha nos olhos. Quem enxerga os detalhes. Me encanta quem para só para admirar um pôr do sol. Quem consegue ver luz em meio ao caos. Me encanta quem presta atenção nas entrelinhas dos poemas, das letras das músicas, e, principalmente, nas entrelinhas da vida.

Me encanta quem conversa. Quem se comunica. Quem fala, mas escuta o outro. Me encanta quem sabe quando silenciar.

Me encanta quem sorri, apesar de tudo. Me encanta quem arranca sorrisos alheios. Me encanta quem sabe entrar na vida da gente, e quem sabe a hora exata de se retirar de cena.

Me encanta quem chega de mansinho, quem afaga...

Me encanta quem entendeu que tudo isso aqui é efêmero, temporário, transitório e passageiro, e é aí que reside o tesão de estar vivo. Me encanta quem, sabendo que tudo é incerto e imprevisível, aprendeu a viver cada minutinho destes encantos como se fosse o primeiro, único e último...


Comentários

Instagram