icones sociais

Sobre não ter medo do seu jeito de amar


Não é fácil lidar comigo. Não é fácil chegar, dar de cara com um mar revolto de sentimentos ainda não explícitos e decidir ficar para ver no que dá. Ninguém aguenta a pressão de lidar com um coração tão confuso e que precisa ser lembrado, diariamente e constantemente, o quanto é amado.

Eu não te culpo por ir embora, afinal, a maioria das pessoas chegam só para dar um "oi" e logo partem também. Por muito tempo achei que esse fosse um defeito meu, uma característica minha que necessitava de mudança extrema e imediata, mas o tempo me mostrou que não, que amar não é errado e demostrar muito menos. A partir do momento que se nega um sentimento, nega-se a si mesmo e nunca estive disposta a não amar, simplesmente porque preciso disso para ser real.

Nem tudo o que sinto é dito, mas tudo o que digo eu sinto!

Eu amo até quando digo não amar. Amo do meu jeito e dentro dos meus princípios, levando o amor comigo e sempre tentando fazer dele o meu melhor amigo. Amo no meu canto, às vezes com textos gigantes inesperados ou com um simples olhar que desvia clamando por um pouco mais de atenção.

Meu amor está nos gestos e nas palavras, que grito muitas vezes em silêncio. Meu amor está na ansiedade por ver e estar junto. Está na angústia de uma resposta breve e no desespero de pensar que não há mais a quem amar. Meu amor está quando nego, quando olho e minha alma clama, mas minha boca não consegue expressar. Ele está nas letras e nas palavras que, até hoje, foram as únicas capazes de aguentar e passar para frente a minha forma de sentir e fazer existir tudo aquilo que acontece aqui dentro.

Pois então saibas que nunca foi fácil administrar o que até hoje não sei explicar.

Às vezes deitada e olhando para dentro de mim, vejo que não estou errada em ser assim, só que as pessoas precisam se dedicar um pouco mais em descobrir o que existe aqui. Eu garanto, onde há amor, não há pouca coisa e onde há vontade, há coragem de desviar e enxergar em novos horizontes (ou almas) o grande poder de amar.

Nathaly Bonato. Mais uma adolescente vagando pelo mundo com o desejo de tocar o coração de alguém com palavras simples, fortes e verdadeiras. Apaixonada por café e leitura, sigo o meu caminho escrevendo minha própria história, ou a sua, ou a de qualquer pessoa que me faça sentir!

Comentários

Instagram