icones sociais

Está na hora, garoto


Era uma criança feliz, afinal, todos éramos. Tínhamos mais ou menos a mesma idade. Mais ou menos a mesma criação. Mais ou menos a mesma vida. Mas mais ou menos não define ninguém. Nem o futuro, nem o presente. Fazia mais arte que todos nós, os outros. Tinha um brilho nos olhos e uma bagunça inteligente enraizada.

Quando, numa parte por esse caminho, se perdeu.

De si, da vida, com a grande decepção que acontecera em seu lar. Perdera seu herói, com isso, sua honra. Ainda não está claro se há luta ou entrega ao nada. A vida é pra já, menino, te mexa. Dentro de ti, para enfrentar, haverá dragões, monstros terríveis, insônias e o agora. Haverá medo, meu jovem. Um medo que rodeia todos nós. Em contrapartida, em algum lugar aí dentro, há de ter esperança, se agarre a ela para vencer tudo o que pesar. Tudo o que parecer sem solução. Está na hora de crescer, garoto.

A vida é um quebra-cabeça que nos dá peça por peça, mas não é sequencialmente. Porque ela vê dentro de nós, escritores de nossa história, uma capacidade tamanha para unir cada pedacinho na hora certa. Há que se restaurar, garoto, a fé na vontade de viver, que sei que, às vezes, parece muito.

É que tu, sempre fora arte – das bagunças à criação. Do jeito de falar, de sentar. Tu exalas arte, espero que se encontre nela, mas sobretudo na vida – que nunca foi, nem será, um conto de fadas. A bem verdade é que é preciso lutar todos os dias para se manter de pé...

E disso eu sei bem.



Comentários

Instagram