icones sociais

Dei-te pouco demais


o outro lado deste aqui

Talvez se você soubesse que, do lado de cá, ainda penso em nós – não te doesse tanto o nosso fim. Ainda lembro de como você chegava na sexta-feira à noite, toda agitada, e só ia se acalmando depois de uma ou duas cervejas, enquanto conversávamos no sofá. Parava meu olhar nos seus gestos, até que você fosse chegando de fato ali.

De manhã, vez em quando você me assustava quando acordava primeiro e me fitava. Odiava quando fazia isso, mas hoje, trocaria minhas reclamações para viver mais uma vez.


Talvez, se você soubesse que sinto falta das suas piadas quando assistíamos filmes — eu morria de rir e amava isso em você. Juro que se você quisesse deixar a pia limpa toda vez que fosse cozinhar, não implicaria mais. Porque sei que isso é seu.

Talvez, se você soubesse que a distância atrapalhou um pouco. E que eu tive medo de tudo o que via você sentir. Não te doesse tanto o nosso fim. Talvez se pudesse voltar no tempo e ter lhe dado um pouco mais de atenção quando você só precisava que eu te entendesse, compreendesse sua dor – ainda houvesse espaço para uma amizade florescer.

Talvez se eu pensasse mais no seu narizinho e em como seus olhos se fecham quando você sorri, eu não tivesse partido. Porque essas são daquelas coisas que acho mais bonitas quando te olho. É tudo o que já vem pronto, é a porta de entrada para esse seu jeitinho doce, sutil.

Talvez se eu fosse mais corajosa e esperta, não teria lhe perdido naquele tempo. Te disse que havia uma forma de ficarmos juntas, mas não era suficiente para você. E eu entendo.

Dei-te pouco demais, para o tanto que você merecia.



Comentários

Instagram