icones sociais

Eu prefiro viver em paz comigo


Na maioria das vezes as coisas não serão da maneira que a gente quer ou planeja, nosso coração precisa se preparar para as peças que a vida prega. Infelizmente, a mania de romantizar tudo que carrego comigo desde criança, faz com que eu espere sempre um romance estilo musical da Disney, ou coisas do tipo.

Houve tempos em que me culpei por ser assim, por esperar magia e amor, num mundo tão egoísta e competitivo como esse. Houve dias em que me senti burra por mandar mensagem para quem me fez tão mal, mas eu não conseguia sentir raiva ou ódio de tal pessoa. Olhando de fora, muitas pessoas podem me rotular de trouxa, sem amor próprio, entre outros adjetivos sinônimos a estes. Mas, eu prefiro a viver em paz comigo, do que agradar ao que a sociedade, pais e amigos me dizem.



Muitas vezes eu quebro a cara por seguir o que eu acredito, mas é tão bom sentir que fiz tudo que poderia fazer. Uma sensação de esgotar todas as possibilidades, sensação de consciência tranquila de que se as coisas não deram certo, a culpa não é minha. Aceito o fim, ergo a cabeça e tenho a consciência tranquila. Durmo tranquilamente. Tenho pena das pessoas que vivem sabendo que poderiam ter feito mais, dedicado mais, amado mais.

Posso quebrar a cara por acreditar no amor, mas jamais vou me privar de viver as sensações e emoções que ele me proporciona.

Tem que ter muita coragem pra arriscar, peito aberto pra viver e saber que tudo é uma incógnita. Por isso que quando as pessoas me dizem que sou trouxa, ou não tenho amor próprio, eu apenas sorrio e digo pra mim mesma: "Tenho muito orgulho da gente, somos leais ao que a gente sente. Continue, pode não dar certo, mas já crescemos muito até aqui".

Comentários

Instagram