icones sociais

Eu te quero, mas, na boa, foge de mim!

escrito por Mafê Probst

Se eu fosse você, eu fugia. 

Na boa mesmo, conselho de amiga. Eu sei que estou emocionalmente envolvida e você também parece estar, mas, honestamente? Foge. Sério mesmo. É melhor fugir enquanto a gente está nutrindo esse sentimento bom, sabe? Ir embora com aquele gostinho de coisa boa na boca, com as memórias mais lindas e a trilha sonora mais gostosinha. Ir embora com o coração cheio de felicidade, com riso dançando frouxo e os olhinhos brilhando.
Eu tentei fugir, mas não dá certo fugir enquanto você me segura. Eu preciso que você fuja comigo – de mim. Lados opostos. Uma corrida insana e desesperada, como se a vida dependesse disso. Talvez a vida dependa mesmo disso, então foge. Vai procurar outra história para chamar de sua, que eu vou traçar outra trilha para mim, longe dos teus olhos bonitos e do toque certeiro.

Por que estou te dizendo isso? Por que eu sei que vai machucar, cedo ou tarde. Eu sei que a gente vai se desentender e não vai ter conserto, aí iremos embora com um gosto amargo, memórias traiçoeiras, músicas odiadas e saudade de tempo bom. Melhor ficar só com o tempo bom, saca? Evitar destruir nosso conto de fadas com farpas e raivas e ódios que, por ventura, possam vir a acontecer.

Eu poderia pagar para ver? Poderia.

Mas a intuição grita do lado de cá, desde que esbarrei minha história na tua, implorando para partir enquanto está tudo bom, enquanto está tudo bem. A intuição me diz que somos instantes, não presença constante. Nascemos para ser um suspiro bom. Uma enlaço gostoso. Uma lembrança dessas bem bonitas, tatuadas na memória e relembradas diariamente, quase que todo tempo, toda hora.

Na boa? Foge. Fugimos.

Carregamos na bagagem nossa história linda, cada um com a sua. Levo teu sorriso pra guardar na estante, deixo meu sorriso por dias melhores. Mas foge. Antes que a rotina chegue, antes que o furacão dos destrua, antes que não sobre trilha sonora e boa memória. Antes que a saudade vire amargura. Antes que seja desventura. Antes que não sobre mais eu e você para relembrar uns dias bonitos, quando tudo era blues e sorrisos e descobertas.

Foge. Fugimos. Desfazemos laço para não deixar de ser nós.

Comentários

Instagram