icones sociais

Imagine que louco seria se ninguém tivesse vergonha de ser quem realmente é?


Pode parecer contraditório que justo eu, consultora de imagem e estilo, cheia de regras de moda na cabeça, venha falar que você pode ser quem quiser. Não é culpa sua pensar assim — durante muito tempo a roupa e seus truques eram usados para se esconder, se encaixar, se omitir.

Estamos vivendo um momento incrível. As pessoas finalmente estão percebendo que não faz o menor sentido perseguir o impossível: uma padronização de corpos e comportamentos.
Eu sei que não é nada fácil se amar completamente quando está todo mundo te empurrando em sentido contrário. Conheço pessoas que encaram o simples ato de experimentar uma roupa como tortura, apenas porque não têm o peso que gostariam. Olhar-se no espelho acaba sendo encarar essa realidade indesejada. Fica difícil mesmo entender a moda como aliada.

Mas ela é. E nem por um segundo pense que estou falando das dicas de emagrecimento com roupas pretas ou algo do tipo. Estar vestido de você mesmo é um ato de honestidade consigo. Mostre ao mundo, através do que você usa, a pessoa criativa, responsável e forte que é.

Represente a si próprio através das suas escolhas de vestuário, seja de qual estilo for, porque o que vale aqui é ser feliz.


Comentários

Instagram