icones sociais

Amor que nem a morte desfaz!


Há tanto tempo não lhe vejo. Na memória ainda trago os melhores sorrisos, aqueles seus, despretensiosos, que viviam me fazer sorrir também. No coração, carrego o peso da despedida envolto no calor do último abraço — apertado, com cheiro de morango maduro, que deixa a gente com a sensação de sempre estar chegando em casa...

Quando te conheci, algo em mim já dizia que seria eterno, mesmo que tantas pessoas digam que eterno nada é. Através da cumplicidade da infância, eu sabia que você iria quebrar todas as regras. Quem é que sabe quando o amor vai chegar em nossas vidas? Pra mim ele chegou aos 12 anos. Vimos a metamorfose nos abraçar, passamos por tudo que um casal passa, sobrevivemos aos dias ruins, à distância e ao medo de dar errado.
Meu primeiro namorado e meu eterno amor. Oito anos ao seu lado me fizeram ter a certeza de que o agora é para ser vivido. Podemos ter todos os sonhos do mundo dentro do coração, mas não precisamos esperar o futuro para começar a vivê-los.

— Para que tanta pressa? Bradou o destino.

Não existe pressa para quando estamos apaixonados, existe apenas a vontade de amar, intensamente e enquanto durar. E nós iremos durar para sempre. Hoje apenas na lembrança, porque, de uma forma triste, um estranho lhe tirou a vida — e junto com ela, levou metade de mim.

Queria que existisse um só momento onde tudo isso não passasse de um tremendo engano. Um pesadelo que chega ao final com o abrir dos olhos. Mas não acontece. E aqui estou, uma garota vestida de aço, mas que tem a alma mais triste que as notas de Beethoven.



Uma garota tentando ser gente grande, mas com as urgências de uma criança que quer apenas sair correndo para casa, deitar em sua cama e chorar até pegar no sono. E ver você chegar para me consolar.

Eu queria que existisse uma maneira de se remediar o que aconteceu. E, mesmo assim, os dias insistem em passar. E a cada novo segundo aumenta em mim não só a saudade, como a certeza do nosso amor, que mesmo com a separação da carne será eterno em meu coração.

Eu serei para sempre a sua vidinha. E enquanto tiver vidas para viver, sei que vamos nos reencontrar. Um amor bonito como o nosso nem mesmo a morte pode encerrar.



RE VIEIRA
Uma escorpiana formada em direito, apaixonada pela vida, pelas palavras, por músicas e pessoas legais. Ela acredita que a vida é um sopro e, por isso, escolheu sobreviver jogada na adrelina de uma rotina nada organizada, andando por aí de mãos dadas com a liberdade.

Comentários

Instagram