icones sociais

Mas o que é ser mulher?

escrito por Jel Sousa

Ser mulher é ser autorizada socialmente a chorar em público, mas ser considerada fraca e descontrolada por isso. É ser forte, impor suas vontades e ser taxada de mandona e condenada a não encontrar um marido se continuar desse jeito. É se preocupar com a vaidade e ser adjetivada de fútil. Mas é ousar não ter as unhas feitas e a maquiagem perfeita para ser uma desleixada.

Ser mulher é lutar para que entendam que sua inteligência é mais importante do que o tamanho da sua bunda ou a quantidade de celulites. Mas ainda assim pensar duas vezes antes de colocar um biquíni por saber que será julgada pela própria classe feminina. Ser mulher é travar uma batalha interna em dizer todos os dias que os padrões devem ser quebrados, mas exitar em alguns momentos por medo dos julgamentos. É superar e fazer mesmo assim e no fundo refletir um pouquinho sobre como sua imagem vai ficar. É insistir nas suas opiniões feministas, mesmo quando tantas mulheres mancham nossa luta se dizendo machistas.
Ser mulher é poder votar, trabalhar, se sustentar, viver sozinha e beber no bar. Mas não muito. Porque um homem bêbado é até ok, mas uma mulher que bebe demais é muito feio e assim não dá. É assumir a sensualidade, mas não ficar com muitos caras, porque senão fica rodada demais e ninguém depois vai querer nada sério.



É trocar o short curto por outro mais comportado, pois sabe que vai pegar o ônibus e será assediada. É acelerar o passo ao perceber que há um homem andando atrás de você numa rua escura por medo de algo que faz um assalto não ser nada. É temer, mas seguir.

Se às vezes penso como a vida seria mais fácil se eu fosse homem, restabeleço minhas forças e acredito que ser mulher é incrível ao vislumbrar aonde ainda vou chegar justamente por ter vencido as pequenas grandes batalhas pelas quais passei.

Feliz dia a todas as mulheres que, sem pesares, se orgulham de quem somos!



Comentários

Instagram