icones sociais

Quem inventou que beleza tem padrão?


A palavra de ordem é: fitness! 

Seja fitness! Trabalhe incansavelmente pra ter um abdômen sarado, pernas torneadas e bumbum na nuca. Não aceite, de forma alguma, pesar mais ou menos que o padrão, se encaixe, passe um pouco de fome ou tome remédios que estimulam o apetite depois... faça da academia sua segunda casa. Pra quê? Pra quem?
É... Você pensa um pouco e, para não parecer uma "Maria vai com as outras", se convence que certos sacrifícios são ditados por você mesma. Acredite... não são. Eu sempre fui magra. Magrela, Olívia palito e tantos outros apelidos que me fizeram chorar e não me aceitar. As pessoas têm um conceito de que só os gordinhos sofrem bullying. Mas não. Basta você ser uma pessoa pra estar sujeito a esse tipo de brincadeira cruel.

Odiava comprar roupas, nada ficava bom. Minhas amigas desenvolveram enquanto eu aguardava a fada dos "peitos" . Não usava saias ou vestidos, porque as opiniões alheias me convenceram que minhas pernas eram finas demais pra isso.

Sofri, chorei, desejei ser outra pessoa. Fiz dieta pra engordar, não me aceitava diante do espelho. Ah maturidade... como eu te amo!

Um belo dia, me vi num vestido florido e me apaixonei por mim, pela minha falta de curvas e pouco peito. Aposentei as calças e coloquei as perninhas pra jogo e, cada dia, era um monstro do armário que eu vencia.

Vencer traumas na idade adulta é muito mais difícil do que se imagina, mas... somos insistentes.
Sim, eu posso comer qualquer porcaria que meu peso não muda, e sim eu ainda tenho dificuldade em comprar algumas roupas, sim, as pessoas ainda falam: Nossa, como você é magra, deve ser fraquinha.

Acredite! Aguentamos desde o vento que insiste em nos empurrar no meio da rua, até decepções amorosas que derrubam qualquer maratonista olímpico. O que eu quero dizer é: Não importa como você é, a vida não foi feita especificamente pra fazer parte da maioria.

O padrão foi criado por alguém que não acredita na diversidade e que não tinha uma louça pra lavar. Você é linda! Gordinha, magrinha, com as pernas definidas ou tortas, com celulite, estrias, culotes e etc...

Força! Quebre o padrão!

Eu tô longe de ser gostosa, mas aonde eu estou é muito melhor: Eu estou feliz!




camila santos
Bailarina, escritora e apaixonada por café. Aquariana de coração quente. Fã de sorrisos, gentileza e chocolate. Sou tudo aquilo que cabe em mim. E o que não cabe, deixo aqui nas entrelinhas.

Comentários

Instagram