icones sociais

Eu estou tão vazia


Nada me preenche como antigamente. Eu conto os minutos para o fim do primeiro encontro. Também poderia ser o último, mas não me importo tanto se vou, apenas se fico. Não é nada com você. Agora eu sei que é comigo. Agora eu sei, mas nem sei o porquê eu insisto.

Tem alguns caras que eu insisto, tem uns caras que acho bonitos, mas nunca passa disso. Mas ainda assim eu me permito.

Tem gente que me pergunta onde está o loiro tatuado que andava ao meu lado. Gostaria de ter falado que ele era apenas um amigo. Só que atravessamos essa linha, estragamos tudo desde o início.

Então eu tive que me desfazer dele como se tudo o que passamos nunca tivesse existido.

Uma vez ele me disse que o que eu estava fazendo era vazio. Eu não concordei na época, mas depois de sair mais umas vezes foi entendido. Me perdoe, mas acho que me perdi no infinito.

Para mim os toques deixaram de fazer sentido. Para mim as pessoas se enganam o tempo todo com o que parece mais divertido. Já não estamos mesmo tão perdidos?

Meus cabelos estão caindo pelo estresse, mas não estou sentindo. Então me perdoe se eu esvazio. Não me sinto parte daqui, eu só vivo. Mas eu sei que eu minto.

Vivo, mas para mim tem sido um grande sacrifício.

Tem gente que prefere ficar sozinho depois de um coração partido. Eu prefiro não pensar no que poderia ter sido se eu tivesse vivido. Então me anestesio dentro do meu comportamento frio.

Para alguns eu pareço ter desistido.




YAMÍ
Escritora e internacionalista.
Colunista dos blogs "Entenda os Homens", "Crônicas de uma mente qualquer" e da Blasting News. Curadora do Blog Sensations. Astróloga de horas vagas. .

Comentários

Instagram