icones sociais

Já sentiu não estar se encaixando dentro das coisas?


Ter o mundo nas mãos e não encontrar um lugar pro seu corpo. Deveriam inventar um aplicativo de organização interna. Pra gente separar o que se inventa do que é real. Já sentiu não estar se encaixando dentro das coisas? Da rotina. Do trabalho. Das roupas. De tudo o que precisa resolver. Não caber na própria realidade.

Acordar e fazer o que tem que ser feito. É simples. Mas o simples pode se transformar numa equação complexa quando você sente que faltou alguma aula, talvez umas setenta aulas. Você acelera e a música muda de ritmo. Você recua e a hora certa escapa. Você estaciona e o tempo te atropela.
Você precisa se preencher de motivos pra colocar alguma coisa no estômago que prefere estar vazio, porque você já está tão cheio de tudo.

Você não quer abandonar o barco, e não vai, mas talvez pare de remar. Deixar o barco boiando por aí. Pode ser que alguma direção te encontre já que perdeu o rumo. A vida fica meio em estado de emergência. Deve haver uma tempestade forte acontecendo lá fora. Deve haver um furacão acontecendo aqui dentro.

Talvez fosse conveniente sentir menos. Não é querer ser fria. É que sentir demais atrapalha. A razão fica enfiada em algum buraco negro. O processo de encontrá-la de volta é exaustivo.

Sentir menos, só um pouco menos... Para gente conseguir se entender mais.


CAROLINE MARTINS
Gaúcha com muito orgulho. Graduada em Dança. Bailarina desde que nasceu. Professora de Ballet. Adotou os gatos Billy e Limão. Na maioria dos casos gosta mais de bicho do que de gente e é viciada em coca zero. Não peça para ela falar o que sente. Prefere a linguagem do corpo. Nunca ousou se meter nesse mundo das escritas. Este ano a coragem pousou: por que não dançar também com as letras?



conheça mais o trabalho da Carol clicando aqui

Comentários

Instagram