icones sociais

Miga sua louca! Não responde ele, não.


A gente espera o bolo ficar pronto, o creme de hidratação agir no cabelo, o trem até a próxima estação. A gente espera pelo carnaval, pela páscoa, pelas férias, pela praia, pela fazenda, pela rede preguiçosa na varanda.

A gente espera no consultório do dentista, na fila do banco, na do supermercado, a gente espera pra retirar a comida na lanchonete, espera pelo final de semana na casa da avó com direito a rabanada de Nutella. E em toda essa espera, rola uma energia de troca, essa que, quando ponteiro da nossa vez marcar a hora exata, iremos obter aquilo que estamos esperando.

Mas o amor não trabalha com relógio, não trabalha com previsibilidade, os sentimentos não são mais nossos quando nos deixamos invadir por um frenesi de paixão. Tudo se amplifica, o singular da lugar ao plural e a espera só é valida se for recíproca, se no final da ponte ele estiver pronto para te receber.

Vai me dizer que vai ficar plantada aí, apenas sendo uma expectadora da sua própria vida? É isso mesmo? Vai ver estações mudarem, moda evoluir e até uma nova playlist brotar no meio dos seus amigos, e você se quer se dar conta de que não estamos mais no ano 2000?

Porque é o que está parecendo. Ele some durante dias e com um simples mensagem te balança? Pois bem, eu te digo mais:  ele não vem, mesmo dizendo que você pode escolher o local. Ele vai te dar bolo, aliás, se ele quisesse estar ao seu lado, ele não teria nem ido. A vida está passando, até quando você vai esperar mesmo?

— Você tem razão, não vou responder.




RE VIEIRA
Uma escorpiana formada em direito, apaixonada pela vida, pelas palavras, por músicas e pessoas legais. Ela acredita que a vida é um sopro e, por isso, escolheu sobreviver jogada na adrelina de uma rotina nada organizada, andando por aí de mãos dadas com a liberdade.

Comentários

Instagram