icones sociais

O mar é como um espelho



O mar tocou meus pés. Era o mesmo mar de sempre. Mas dessa vez o sabor dele estava diferente. A cor dele estava diferente. Eu acho que o mar, às vezes, é como espelho refletindo o que está revirando a gente.
O mar é cúmplice, seca com sal os meu prantos e afoga tanto nó da minha garganta... Esse mar anda invadindo as casas. Derrubando barreiras de contenção que o povo está fazendo para o deter.

Ele está precisando se expandir. Precisando de mais espaço. Está arriscando adentrar essas coisas que os humanos fazem achando que podem conter a força que ele tem.Não podem. A força da natureza é intocável e inatingível.Não temos esse poder.

Esse é o maior medo dos homens. Porque eles temem tudo o que não controlam. E esse mar está longe de ser controlado. Não se enganem com os dias de calmaria. As ondas dele estavam varrendo tudo o que está acomodado em sua frente.

O mar estava com um quê à mais de fortaleza. Uma beleza imponente.

Não era "empoderamento". Não era rebeldia. Não era radicalismo.

Senti o que ele sentia quando molhei os pés e o vento soprava o cabelo: era muito mais que tudo isso.

Era liberdade.


CAROLINE MARTINS
Gaúcha com muito orgulho. Graduada em Dança. Bailarina desde que nasceu. Professora de Ballet. Adotou os gatos Billy e Limão. Na maioria dos casos gosta mais de bicho do que de gente e é viciada em coca zero. Não peça para ela falar o que sente. Prefere a linguagem do corpo. Nunca ousou se meter nesse mundo das escritas. Este ano a coragem pousou: por que não dançar também com as letras?

Comentários

Instagram