icones sociais

Quero você apenas mais uma vez


Eu não quero ser tua, muito menos quero que você seja meu. Não acho que devemos colocar nome no que está acontecendo, muito menos prazos e metas. Eu quero você, isso é certo, eu não nego. Eu, que sempre fui de esconder o que sinto, de não falar, de deixar que as coisas acabassem por falta de uma palavra minha.

Eu que sempre tive medo de demonstrar, falei.

Eu te falei, disse como me sinto, disse que sinto saudades, que sinto saudades de você. Se eu pudesse fazer um último pedido seria mais uma vez te ter junto a mim, pois todas as vezes, mesmo que poucas, valeram a pena. Mas só porque, quando estamos juntos, somos apenas você e eu, sem lembrar do que acontece no mundo ao nosso redor. Sem lembrar dos compromissos e pessoas que nos cercam, que nos impedem de estarmos juntos sempre.

Eu não quero estar junto de ti para sempre, do mesmo jeito que não quero ter você comigo como uma obrigação, afinal o que faz com que seja tão bom o nosso “nós” é que não há cobrança, não há rótulos, não há nada além do agora.

Sabe, a gente não precisa planejar, a gente não precisa contar os dias, a gente só precisa da gente, de nós dois juntos, já que somos tão bons juntos. Um completando o outro, como Eduardo e Mônica, que mesmo tão diferentes, se completavam como feijão com arroz.

Quero dar um passo de cada vez com você, quero acabar com essa ansiedade e essa vontade louca de te mandar mensagens a cada dois minutos, de te contar cada coisa do meu dia, mesmo nos dias em que eu não fiz nada mais do que assistir Netflix o tempo todo.

Quero compartilhar a minha opinião sobre os livros que comprei e cozinhar para você naquela panela nova que estou doida para estrear. Quero poder falar sem receio de estar atrapalhando, ou de que estou querendo mais do que podemos ter.

Eu quero ter você apenas mais uma vez, e depois mais uma e mais outra



TAMARA PINHO
Antes de tudo pisciana! Sou jornalista e moro em BH/MG, escrevo sobre tudo e sobre todos, principalmente os desamores que insistem em aparecer, mas que pelo menos nos inspiram a escrever. Não lembro bem quando comecei a escrever a verdade é que sempre o fiz, é natural. Gosto de falar sobre signos (novidade), e os uso para explicar quase tudo o que acontece. Se quiser saber se mapa astral é só falar comigo, se quiser ler meus textos é aqui mesmo!


Comentários

Instagram