icones sociais

100 dias

escrito por Tamara Pinho

100, esses são os números de dias desde que tudo mudou, desde que eu mudei, desde que aprendi a me conhecer melhor, desde que você se foi. 100 dias, onde partes deles passei esperando por um retorno, pensando em você, mas que aprendi que perder também faz parte e que não é sempre que terei tudo que quero em meu controle.

100 dias é uma marca. Já se passaram mais de 3 meses; colocando em meses, parece ser ainda mais doloroso, mas a verdade é que eu estou bem. De verdade, hoje eu posso dizer que fiquei bem, assim como todos insistiam em me dizer e eu não acreditava.

Afinal “tudo vai ficar bem”, é coisa mais clichê que alguém pode dizer, quando não tem nada para falar. Mas nesses 100 dias aprendi também que é preciso passar por fases até que consiga realmente se sentir melhor depois de tudo que aconteceu. Não adianta ficar se lamentando por tudo que eu não fiz, porque eu fiz o que precisava e o que estava ao meu alcance, se não foi suficiente a culpa não é minha.

Durante todo esse tempo eu aprendi a olhar pra mim, a olhar para os outros de uma maneira diferente. Aprendi que cada um tem sua própria dor, e que vivê-la sozinha ou compartilhar com alguém é uma escolha individual e que eu não posso decidir por ninguém.

Esses foram os 100 dias que mais demoraram a passar, e também parece que voou. A verdade é que tudo depende do olhar que se dá a esse tempo. Em 100 dias eu poderia não ter suportado, mas superei, porque são nesses momentos que nós enxergamos o quanto somos forte.

E hoje, 100 dias depois, eu só tenho uma certeza, tudo pode acontecer novamente, mas eu estou pronta para tudo, pois são as minhas experiências que me trouxeram até aqui e a cada nova fase eu estou mais forte para aguentar tudo o que vier, sejam mais 100 dias, 1000 dias, ou enquanto o universo me permitir estar aqui.




TAMARA PINHO
Antes de tudo pisciana! Sou jornalista e moro em BH/MG, escrevo sobre tudo e sobre todos, principalmente os desamores que insistem em aparecer, mas que pelo menos nos inspiram a escrever. Não lembro bem quando comecei a escrever a verdade é que sempre o fiz, é natural. Gosto de falar sobre signos (novidade), e os uso para explicar quase tudo o que acontece. Se quiser saber se mapa astral é só falar comigo, se quiser ler meus textos é aqui mesmo!

Comentários

Instagram