icones sociais

Falar Sozinho(a) é terapêutico


Ao contrário do que muitos podem pensar, falar sozinha ajuda muito a minha sanidade mental. 

É que tem dias que meus pensamentos estão confusos e embaralhados, e não colocá-los para fora me fariam enlouquecer. Esse diálogo comigo me proporciona grandes momentos de reflexão e compreensão. Sim compreensão. Existem sentimentos e pensamentos que só consigo compreender quando os verbalizo.

Reorganizo meus pensamentos falando sozinha. Pois só ouvindo eles vejo os impactos que podem causar, e penso se ainda vale a pena ou não alimentá-los.

Listinhas de coisas que tenho para fazer, conversas comigo sobre determinada situação ou determinados sentimentos, simulação de cenas e diálogos com outras pessoas, ideias que vou juntando e formando textos... enfim, são infinidades de maneiras de eu falar sozinha.

É muito bom ter amigos para compartilhar ideias e pensamentos, mas ninguém pensa 100% igual a você e, às vezes, você não precisa de críticas, só preciso de compreensão. Precisa de alguém que lhe ouça sem julgamentos, somente pela sua necessidade de verbalizar tudo isso.

Eu sei que tenho amigos para isso, amigos que eu posso contar. Mas ninguém me conhece melhor do que eu mesma. Só eu para conseguir entender se um simples sentimento foi desencadeado de um contexto gigante, ou se um contexto gigante se desencadeou de um simples sentimento.

Minha psicóloga me disse uma vez que algumas pessoas fazem terapia porque precisam se ouvir, precisam verbalizar o que sentem e pensar. Eu concordo plenamente. Mas às vezes, não dá para esperar 15 dias ou uma semana para se ouvir, não é mesmo?

Por isso que falar sozinha é minha principal terapia.



alana verdi
Itajaiense e apaixonada pela vida. Se eu fosse me resumir em 3 palavras seriam: intensa, sentimental e desastrada. Gosto de coisas simples, enxergar o lado bom de cada coisa e exercitar a gratidão. Escrevo sobre tudo o que faz meu coração florescer.

Comentários

Instagram