icones sociais

MEMÓRIAS DE UMA GUEIXA

escrito por Carol Pedrosa
Algumas adaptações são tão incríveis quanto os livros que as inspiraram. É claro que uma adaptação nunca será totalmente fiel ao livro, afinal, são mídias diferentes, que usam de diferentes formas para abordar a mesma história.

Porém, existem algumas que são inesquecíveis. É o caso de “Memórias de uma Gueixa”.

O livro é super bonito, contado em primeira pessoa, em uma narrativa que envolve, emociona e nos faz nos sentir lá, junto com a narradora, vivendo com ela aqueles dias de privações, dificuldades e glória.

Chiyo/Sayuri é uma menina tímida, simples, que, pelas circunstâncias da vida, é levada a ser gueixa, e depois a ter que se redescobrir em um Japão em plena 2ª Guerra Mundial, e após, devendo reconstruir-se, assim como seu país.

A bela narrativa é transposta para as telas de cinema de uma forma mágica e sublime.

A fotografia, aliada à uma trilha sonora de arrepiar, e figurinos arrasadore dão cor e vida à história, que quase nos faz sentir o cheiro das cerejeiras, o gosto dos peixes, o aroma do chá. É de uma beleza como poucos.
O elenco é ótimo, trazendo personagens relacionáveis, falhos e humanos. Que, assim como todos nós, têm sonhos, mas também receios, que erram e amam. A vida de Chiyo/Sayuri é cheia de altos e baixos, mas é sempre permeada pelo amor. Principalmente pelo amor por um homem, que move sua vida toda.

"Memórias de uma Gueixa" é daquelas histórias que arrepiam e que passam a fazer parte de nós.

Minha dica: se puder, leia o livro antes. A adaptação cinematográfica é bem fiel à história, e ver aquele universo ganhando cor e vida, é impagável.



carol pedrosa
Ariana, apaixonada pela vida e pelas palavras. Não acredito em definições, mas em transformações. Em ser cada dia uma versão melhor de mim mesma. Em viver no agora, sem medo de arriscar. Acima de tudo, acredito no amor. 

Comentários

Instagram