icones sociais

ERA UMA VEZ...

escrito por Thaís Zanetti

Escrever minhas histórias, vez ou outra, se tornou um processo terapêutico. Creio que seja um modo lúdico de curar as feridas da minha alma. Quando despertamos para a autorresponsabilidade, se torna cada vez mais difícil culparmos outrem pelo o que acontece conosco. Sair da zona de conforto e da vitimização é um trabalho árduo e libertador, certamente essa é uma história que irei escrever por um longo período.

Não será a primeira vez que abordo em meus textos, a informação de que temos apenas 5% da nossa mente consciente. Os outros 95% é o que chamamos de subconsciente — essa parte da nossa consciência que desconhecemos é a grande responsável pela manifestação dos nossos sonhos.

O nosso subconsciente é uma grande biblioteca onde estão guardadas nossas crenças, nossas programações mentais, nossos sonhos, nossos desejos e nossos medos, estes que são aquelas histórias que contamos todas as vezes que a nossa mente consciente ativa algum “gatilho”, ou seja, quando nos deparamos com os mesmos elementos que compõe o enredo das mesmas histórias que estão muito bem guardadas no registro do subconsciente.

Essas histórias, muitas vezes, nem são nossas, elas são dos nossos antepassados (ancestrais) ou, simplesmente, são lendas urbanas, contos folclóricos, mitologias, entre outros. O ponto importante que devo salientar é que devemos parar e perguntarmos para o nosso subconsciente: Qual história estamos contando? Qual história estamos lendo? Qual história estamos guardando? Qual história estamos escrevendo? Qual história estamos vivendo? Aquele sonho que tanto desejo realizar ou o medo que tenho que enfrentar, são meus?

Se hoje, na sua vida atual, existe alguma situação ou aspecto que esteja te incomodando, questione-se!

Aprofunde sua leitura, saia da identificação com as sinopses apresentadas pela nossa mente consciente. Pare e leia as entrelinhas, revise os parágrafos, veja como as orações são repetitivas, observe o enredo, principalmente verifique se você é o/a personagem principal. Leia e releia! Se for necessário, vire a página, escreva um novo capítulo ou uma nova história. A vida muitas vezes não nos apresenta o “final feliz”, contudo, tenho a certeza que teremos inúmeras oportunidades de escrever ... “Era uma vez...”




THAÍS ZANETTI
Fotógrafa e Terapeuta Holístico. Formada em Tecnologia da Logística Empresarial, possui MBA em Coaching em Liderança na Gestão de Pessoas. Atualmente se dedica ao Olhar Afrodite um projeto fotográfico que propõe uma reconexão com empoderamento pessoal. Palestrante, Reikiana e Consteladora, transformou a fotografia em ferramenta terapêutica e de cura da autoimagem.

Comentários

Instagram