icones sociais

Eu não sei como vai ser

escrito por Yamí Couto
Sou eu ou você que deveria dizer? Eu não quero acelerar. Por favor não me faça correr. Muito menos correr de você. Eu quero sentir e sair fora se começar a doer.

Porque já deu de sofrer. Eu não preciso passar por isso outra vez.

Eu me abri para você chegar. Logo em um momento que eu quis me esconder. Você veio, você soube me ganhar nesse jogo que eu insistia em me perder.

Você não diz nada, mas mostra que quer me ter. E eu acreditei. Vem. Tenta me surpreender. Antes da gente ter dúvidas e se frustrar com os porquês.

Dessa vez eu só quero viver. 

Não estou substituindo nada para esquecer. O que eu senti por você foi de verdade. É. Eu senti para valer. Mas ninguém precisa saber.

Chega de gente para se meter. Deixa apenas entre a gente e vamos deixando rolar, vamos deixando acontecer.

Você finge que seu coração não para de bater, enquanto eu passo.
E eu finjo que sou indiferente também.

Porque os dois já sabem que se apaixonaram e para dar certo só basta querer.

Só que a dúvida ainda é algo que alimenta, que estimula a caminhada de uma vitória justa entre os inimigos que ainda precisamos vencer.

O medo de estarem errados
Não faz ninguém se mexer

Ainda assim eu espero para ver, com meu coração na mão toda vez que seu cheiro vem. Ou você me surpreende com o seu toque, e não disfarço que consigo tremer.

Te ver me dá prazer. É forte. Preciso me conter.

Vou tentar não me preocupar com o futuro. Mesmo eu te querendo sim e querendo muito.

Eu entrego a Deus o que tiver que ser.



YAMÍ
Escritora e internacionalista.
Colunista dos blogs "Entenda os Homens", "Crônicas de uma mente qualquer" e da Blasting News. Curadora do Blog Sensations. Astróloga de horas vagas. .

Comentários

Instagram