A FUGA


Eu fugi, eu sei. Vivo fazendo isso e sinceramente? Tenho orgulho em admitir. Eu fujo mesmo. Quem sabe eu há de ser uma eterna fujona, mas jamais fugitiva.

Eu fujo de qualquer possibilidade que não se mostra por inteira. Fujo de tudo aquilo que tende a travar meu riso. Fujo de amores rasos. Fujo de romances noturnos. Eu vivo, mas fujo. Fujo porque eu aprendi a não ficar em espaços que não são capazes de suportar a grandeza que sou.

Fujo de toda essa gente que demonstra não entender a minha complexidade e que faz pouco caso de toda essa imensidão intensa que sou. Eu não nasci para ser resquício e não me encaixo ao lado de quem sonha baixo e muito menos de quem não ousa sonhar.

Mas olha só, não me leve a mal.

Sei que tenho essa cara de pouca simpatia, entretanto o meu peito é abarrotado de um amor gigantesco. Olha só, não encare como arrogância, é que depois de uma vida inteira tendo a mania de me inferiorizar e acolher tudo o que vinha, eu passei a me aceitar...e me amar. E passei a me amar tanto ao ponto de reconhecer tudo aquilo que de fato me pertencia, e mais ainda tudo aquilo que é pouco e jamais me suportaria.

Talvez eu ainda seja pequena demais, mas carrego em mim os sonhos maiores que posso imaginar. Sei que ainda não cheguei lá, mas sei que cada um desses passos é que me leva pra realizar. E é por isso que eu fujo. Eu fujo porque ficar não me leva a lugar algum.

Amarras não me fazem a cabeça...eu sou do voar.

Eu fujo porque lugares fixos não combinam com minhas asas. Parado, estático, imóvel são adjetivos que não fazem parte do predicado do m(eu) sujeito.

Eu precisei fugir porque o céu me chamava, e ele sempre me chama. E eu fugi porque eu cansei de carregar o peso de quem tenta ignorar o próprio voo ou que, ainda, nem foi capaz de aprender a voar. Eu fugi não por desprezo, maldade ou vingança. Fugi porque preciso sempre me entregar pra quem de fato sou.

E se alguém, por ventura, querer um dia me amar, terá que se a(r)mar, alçar voo e me acompanhar.



fernanda amorim
Taurina com ascendente em touro. Intensa, sonhadora e teimosa. Formada em letras, professora de língua portuguesa, apaixonada pela vida e amante das palavras.

0 COMENTÁRIOS