Mafê Probst, prazer


Maria Fernanda Probst é conhecida pelos seus leitores como Mafê Probst, nome que usa para assinar seus textos e livros. Natural de Santa Catarina, Mafê é formada em Engenharia Química pela Universidade Regional de Blumenau – FURB e, apesar de também trabalhar na área, sua principal ocupação é como escritora e criadora de conteúdo, além de ser social media de pequenas empresas locais.

Mafê começou a publicar na internet em 2006, quando abriu seu primeiro blog. Leitora voraz, escrevia para a gaveta desde muito nova, e aos dezenove anos levou suas ideias para o mundo online e foi bem recebida. O blog “Bonequinha de Seda” (também chamado de “Palavras e Silêncios”), contava com quase trinta mil leituras mensais.

Em 2013, Mafê resolveu lançar seu primeiro livro pela Editora Penalux. “Saudade em Preto & Branco” reunia contos, crônicas e cartas com muita prosa poética e trechos de música, escritas para um amigo que faleceu em 2008. Seu segundo livro foi publicado de forma independente, escrito junto de outra autora da região, Céres Feslki. “Como morrer todos os dias – crônicas de solidão” foi lançado em 2017 e teve evento de lançamento em Balneário Camboriú e São Paulo, e ainda pode ser encontrado para venda diretamente com as autoras.

Mafê também participou de algumas antologias: “Apanhador de Sonhos”, do grupo Verbo e Maresia, lançado em 2015; Mares Poéticos, da Academia Brasileira de Letras de Santa Catarina – seccional Itajaí, cujo ocupa cadeira número 7 (Paulo Leminski), lançado em 2017; e “Verso, Prosa e outros Labirintos”, pelas editoras Ipê Amarelo e Traços & Capturas, num concurso literário que venceu.

Além de escrever para o próprio blog, Mafê foi colunista de outros sites, como o Entre Todas as Coisas, de Daniel Bovolento; Superela e A soma de todos os afetos, da Fabíola Simões. Alguns de seus textos lançados foram também veiculados à grandes sites, como a MTV e o Catraca Livre.

Em 2018 Mafê criou o “E aí, guria?”, um blog voltado para o protagonismo feminino, onde todas as colunistas são mulheres e abordam os mais variados temas. É também co-fundadora do Consoarte, um projeto literomusical que promove saraus, divulga artistas nacionais e promove encontro nacional de escritores, todo mês de novembro, em SP.

Mafê já participou de rodas de conversa em festivais literários da região, oferece oficina de blog para crianças e palestras. Recentemente criou o projeto “Permita-se ser”, onde leva textos voltados para o autoconhecimento e autoacolhimento.

Contatos: contatodamafe@gmail.com | @mafeprobst.

0 COMENTÁRIOS