icones sociais

Como morrer todos os dias

Como morrer todos os dias é um livro escrito à quatro mãos, por mim, Mafê, e pela médica e escritora Céres Feslki.

O livro reúne um emaranhado de contos, crônicas e poesias, falando sobre o sofrimento do amor, sobre fins, sobre recomeços.

Abordamos o fato de que, quando um relacionamento finda, morremos um pouquinho, jurando nunca mais amar de novo, julgando nunca mais encontrar outra pessoa para suprir aquela.

Mas amamos. E morremos de amor, loucamente, mais uma vez. O livro está a venda através do PagSeguro e você pode adquiri-lo (com frete grátis!), clicando aqui

Uma leitura que descreve os diferentes leitores que possam existir, isso porque fala de sentimentos comuns à todos os seres humanos. Todos já viveram tais sentimentos... Um livro que sempre cabe reler, pois organiza o lado de dentro... Um sopro enorme de vida, vontade de viver. Esse livro é, hoje, uma necessidade: nele encontro uma descrição do "caos" que se instaura cá dentro do ♥️.
— Marli Dantas

Todo livro enviado vai com dedicatória, autógrafo e muito, muito, muito carinho ♥

Os textos delas transbordam sensibilidade, são escritos com a alma e o coração entregues. A gente sente a dor delas, que acaba se transformando em nossa. E esta é uma das características mais bonitas da leitura: ela nos envolve por completo. (D)escreve a nossa vida e o que somos - pelas mãos de alguém que nos entende, nos acolhe e nos transforma, até mesmo sem saber. "Como morrer todos os dias – Crônicas de Solidão", como disse a maravilhosa introdução da Giselle Ferreira, faz a gente morrer e voltar para a vida, com o café quente e a cama vazia. Recomendo muito (tanto que devorei o livro assim que recebi) e aproveito para parabenizar as autoras que, ironicamente, nos fazem uma agradável companhia, até mesmo em uma segunda-feira nublada e carregada de solidão. (E quem disse que a solidão também não tem a sua beleza, não é mesmo? ❤)




ADQUIRA SEU EXEMPLAR ♥


Instagram